26.6.10




Clareira na mata —
Velho jacarandá caído
Carregado de flores.

João Toloi



Nenhum comentário: