26.6.10




as mãos em concha —
um punhado de girinos
na água transparente

Carol Ribeiro





Nenhum comentário: