6.5.10




Num atalho da montanha
Sorrindo
uma violeta

Matsuo Bashô

Nenhum comentário: