14.4.10




Ancorado ao chão
olho o céu com vaga inveja --
Adeus, andorinhas.

Douglas Eden

Nenhum comentário: