8.2.10




urubus desenham
no teto cinza da tarde
lentas espirais

Zemaria Pinto

Nenhum comentário: