15.2.10




O ar a tremular —
A cada golpe da enxada
O cheiro da terra.

Rankô

Nenhum comentário: