25.2.10




noite alta
Entre a canção de ninar
o uivo do cão.

Ignez Hokumura

Nenhum comentário: