3.2.10




No ipê amarelo
nenhum indício do vento
que acaba de passar...

Teruko Oda

Nenhum comentário: