19.2.10




luar na relva
vento insone
tira o sono das flores

Alonso Alvarez

Nenhum comentário: