24.1.10




Quão glorioso,
Nas folhas verdes, folhas tenras,
O brilho do sol!

Bashô

Nenhum comentário: