26.1.10




Ao mirar o espelho,
Na primeira manhã de outono,
O rosto do pai.

Kijô

Nenhum comentário: