9.9.09



Marchando no tempo,
antes de tudo e após tudo,
soberbo, o silêncio.

Alexei Bueno