17.9.09



Apesar do sol
Ardendo sem compaixão,
O vento de outono.

M. Bashô