12.4.09





Lua, sempre lua!
Natureza em mudanças...
Ela nasceu pronta!

Esplêndida, lua!
Apoia-se na montanha,
meio escondidinha...

Luz da lua cheia,
ilumina o varal cheio -
Roupas esquecidas...

O luar clareou
meus passos entre os dormentes -
Volta da Fazenda...

O luar clareia,
os passos entre os dormentes,
ao longo da linha...

Lua desta noite...
quantas lembranças de outrora...
Cantigas de rodas...

O Clarão da lua.
Cai sobre a ave, a piar
na copa da árvore.

Iraí Verdan