13.4.09



gota de orvalho
na corola dum lírio:
jóia do tempo.

Érico Veríssimo