17.3.09



Manhã de frio.
Se fosse menino escrevia
Meu nome no vidro.

Paulo Franchetti