19.3.09



as pálpebras da noite
fecham-se
sem ruído

Rogério Martins